Topo
Image Alt

FMO atende crianças de Jardim Atlântico

FMO atende crianças de Jardim Atlântico

A Faculdade de Medicina de Olinda participou ontem (23/08) de um mutirão de saúde pública promovido pela Prefeitura de Olinda, na Escola Gregório Bezerra, na comunidade de Ilha de Santana, em Jardim Atlântico. Coube à FMO, a cessão de uma pediatra para atendimento às crianças da área.

Batizada de “Olinda Mais Saúde”, A ação proporcionou também aos moradores atendimentos em clínica geral e ginecologia, exames de mamografia, citologia, aferição de pressão e glicose. Além disso, os presentes participaram de orientações educativas e atendimentos em saúde bucal com aplicação de flúor e distribuição de kits de higiene bucal, tuberculose, tabagismo, testagem rápida de HIV/Sífilis, distribuição de preservativos e emissão do Cartão SUS.

A participação da Faculdade em eventos como esse faz parte da estratégia da instituição de integrar seu corpo técnico/profissional e estudantes com a comunidade. Além de Olinda, a FMO mantém parcerias, por meio de convênios, com as prefeituras de Paulista, Abreu e Lima, Amaraji e Escada. “Temos um foco muito grande na saúde pública”, detalha Tereza Miranda, coordenadora de relações institucionais da FMO. “São esses convênios que vão garantir o acesso dos nossos alunos aos estágios desde que entram no nosso curso de medicina”, complementa.

Além das parcerias com as prefeituras, a Faculdade já formalizou convênios com os maiores hospitais públicos de referência, no Estado: Restauração, Agamenon Magalhães, Otávio de Freitas, Getúlio Vargas e Barão de Lucena.

MAIS SAÚDE – O mutirão “Olinda Mais Saúde” também contou com a participação do Centro de Vigilância Ambiental de Olinda (Cevao), que fez visitas às residenciais para monitoramento e controle das arboviroses, bem como vacinação animal.

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio, destacou a importância da iniciativa. “Já realizamos ações como essa em Jardim Brasil e Alto do Sol Nascente, onde já fizemos mais de quatro mil atendimentos de saúde. A ideia é, até o final do ano, contemplar todo mês outras comunidades”, disse.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Olinda.